– RICE & CURRY NO SRI LANKA –

Escrever sobre a minha viagem ao Sri Lanka traz-me muitas emoções, positivas. Foi a primeira vez que viajei sozinha e adorei. É uma ilha de sorrisos e boas energias, das ruas aos templos e, principalmente, no prato.  

Comi deliciosamente no Sri Lanka. O prato tradicional é Rice & Curry, arroz com vários tipos de caril – desde os vegetais, à fruta ao peixe ou carne.  

Confeccionado de forma muito simples, os alimentos são os mais básicos possível. O melhor caril que comi em toda a minha estadia foi de jaca. Conhecem este fruto? Pode comer-se tudo, desde a polpa (que no caril parece frango desfiado) até às sementes que ficam com um sabor a batata 

Comi também um caril de manga e outro de abobora simplesmente maravilhosos. Só de me lembrar do sabor já quero voltar 🙂  

A composição base de um prato de Rice & Curry é: 

. Arroz: há imensas variedades de arroz, do vermelho, ao preto, ao redondo, ao longo. Atualmente a ilha produz 15 tipos de arroz diferentes. Deliciei-me com vários deles ou não fosse eu #ricelover 🙂  

. Caril: há sempre o daal (caril de lentilhas) como base e depois é complementado com tudo o que podemos imaginar. Comi caril de folha de bananeira e posso atestar que é fabuloso, da textura ao sabor. Mesmo que a opção seja carne ou peixe (sempre seco) o prato inclui sempre vários vegetais. Não comi nem carne nem peixe, mas a variedade de opções vegetarianas não desilude. É maravilhoso. 

. Coconut Sambol: um condimento picante feito com coco fresco, cebola roxa, flocos de chili, chili fresco e tomate.     

. Papadum: um género de hóstia de lentilhas. O polme é frito e é bem leve! Pode comer-se sozinho ou acompanhado com picante, claro, os tópicos sambol  

Para além da viagem cultural, a viagem gastronómica foi maravilhosa. Comi sempre em restaurantes locais, nada turístico, e foi o melhor que fiz. Comida autêntica, feita por locais e comida nas suas casas. A maioria dos restaurantes locais é uma divisão da cada dos donos, cozinham e moram no mesmo sítio.  

Todos os dias há uma combinação de caril diferente, consoante o que tiveram a oportunidade de comprar ou colher. Uma verdadeira novidade a cada dia e mesmo em cada região tive experiências distintas com o mesmo alimento – por exemplo no Norte as especiarias usadas são mais intensas do que no sul, o que transformou totalmente o caril de jaca que comi por duas vezes, adorei os dois, embora com sabores totalmente distintos.  

Se já era fã de caril, agora sou ainda mais. Trouxe muitas ideias de combinações e de utilização de outros vegetais para fazer caril. Agora é dar largas à imaginação, na cozinha, enquanto recordo as paisagens de chá de Ella 🙂 

Últimos posts

Ebooks

Ebook Primavera

Ebook com informação detalhada sobre alimentação consciente na Primavera. Quais os alimentos, os métodos de confecção a privilegiar nesta estação do ano.
Ebooks

Ebook Outono

Ebook com informação detalhada sobre alimentação consciente no Outono. Quais os alimentos, os métodos de confecção a privilegiar nesta estação do ano.