– YIN E YANG –

Yin e Yang.

Tudo é energia, mas existem diferentes tipos de energia ou forças. Yin e Yang são uma das representações da energia, do Chi ou do Ki– dependendo se estamos no Japão ou na Índia.

Diferentes nomes para o mesmo, a energia. A energia que somos feitos e da qual nos alimentamos. E nada existem apenas com um tipo de energia, somos ou estamos mais yin ou tendencialmente mais yang.

A energia é sempre um exercício de comparação, existem sempre dois polos: quente/frio; inverno/verão; bom/mau; vida/morte; entre outros.

Depois de compreender as dinâmicas energéticas a fundo começou a ser um processo muito engraçado, interpretar os meus comportamentos, ou mesmo o dos meus amigos e familiares. E, acima de tudo, a interligação que existe entre as nossas emoções, o nosso estado físico e os alimentos que ingerimos ou temos “desejos” em determinada situação.

Qual é a energia Yin?

Yin é a energia centrífuga, dispersa, leve, líquida, mais fria. Entre os alimentos predominantemente Yin estão o álcool, o açúcar, os refrigerantes, os frutos tropicais ou o leite, por exemplo.

Sabem quando nos apetece mesmo um copo de vinho ou uma sobremesa para relaxar? Exacto, estamos com tendência yang e precisamos de a equilibrar com yin!

Uma pessoa mais Yin tem, geralmente, uma personalidade mais criativa, descontraída, sensível, flexível, tolerante, paciente e pacífica. Quando estamos deitados no sofá, estamos a potenciar a componente Ying, assim como quando estamos de férias.

Os alimentos mais Yin criam uma atitude mais gentil, mais refletida e mais estética, enquanto os alimentos demasiado Yin produzem um estado mais depressivo, dependente.

Mesmo no que diz respeito aos métodos culinários, temos os que ativam mais as competências yin dos alimentos, como por exemplo os crus, os escaldados e os salteados rápidos.

Uma condição mais Yin prolongada dá origem a estados mais frios, com dificuldade em levantar de manhã, retenção de líquidos, dores de cabeça frontais ou má circulação.

Qual é a energia Yang?

A energia Yang é centrípeda, contrativa, mais pesada e mais quente.

Uma pessoa mais Yang tem, geralmente, uma atitude mais agressiva, impaciente e dominadora. Por isto, o trabalho tem uma energia mais Yang, assim como as actividades físicas mais intensas.

Os ovos, a carne, o queijo, os alimentos fumados estão no extremo dos alimentos Yang. Já o sal marinho, os cereais integrais e as leguminosas são também alimentos mais Yang, mas com uma excelente qualidade de equilíbrio e de consumo.

Quanto mais cozinhados, mais Yang ficam os alimentos. Assim, os métodos culinários que mais potenciam a energia Yang são os assados no forno, panela de pressão, estufados e guisados, a par dos salteados longos.

O excesso de energia Yang prolongado promove tensão muscular, dores de cabeça na zona posterior, insónia, rigidez das articulações e prisão de ventre.

A magia acontece quando ganhamos consciência do poder do conhecimento.

Quando percebemos quais os alimentos e métodos culinários adequados para o nosso estado de saúde e emocional de hoje. Como potenciar a energia ou acalmar o sistema nervoso, se queremos estar mais descontraídos ou promover a concentração.

Na verdade, está tudo nas nossas mãos, na cozinha e nos alimentos! 🙂 

Últimos posts

SnacksÚltimos Posts

Crackers Salgadas

Crackers salgadas ou bolachas marinheiras caseiras. Sem glúten, alimentos processados ou de origem animal. São um óptimo snack, saboroso e textura perfeita. Esta é uma…
SobremesasÚltimos Posts

Crumble

Crumble é uma sobremesa saborosa, suave e crocante ao mesmo tempo. Versão sem glúten, sem açúcar refinado nem alimentos de origem animal.